Home     Notícias     Avril Lavigne     Galeria     WTH Magazine     Avril Lavigne Tour     Contato    

7 de abril de 2015

Billboard: Avril Lavigne fala sobre seus próximos projetos.



Avril Lavigne está pronta para voltar ao mundo da música. Após a cantora relevar seu problema de saúde, em uma entrevista para a People Magazine, a cantora concedeu uma nova entrevista para a Billboard, onde falou sobre seus futuros projetos.

A canadense revelou que "Fly" será lançado no próximo dia 16 de abril e que também será lançado um videoclipe estrelado por Avril e os atletas da Special Olympics. Lavigne também disse que seu próximo trabalho será um álbum natalino. E também está planejando atuar em um filme. Mas as novidades não param por aí, a cantora disse que escreveu uma nova música enquanto estava de repouso e pretende lança-la em breve.

Confira a entrevista traduzida abaixo:

“Seguindo em frente, eu realmente estou clara sobre o que eu quero para a minha vida,” a veterana do pop contou à Billboard.

Após falar sobre o caso severo da doença Lyme que a deixou de cama e deixou seus fãs preocupados por meses, Avril Lavigne está pronta para discutir o futuro da sua carreira. A cantora-compositora de 30 anos vai se desviar do padrão do lançamento do álbum coincidindo com uma turnê para focar em “projetos de paixão,” como Lavigne colocou para a Billboard.

“Eu não parei de trabalhar desde que eu tinha 15 anos,” Lavigne disse, que revelou na história de capa da última semana da revista People que batalhou contra a doença Lyme – contraída através de uma picada de inseto na última primavera – que a deixou parada por cinco meses. “Apenas por ter tido esse momento inativo, esse tempo que passei com a minha família, foi muito bom para mim só para dar um passo atrás e olhar para a minha vida, e realmente começa a ver que na minha vida está realmente lá para mim quando eu precisar deles. Eu tive muito tempo para apenas pensar, e eu nunca estive tão clara antes, ou o tão próxima da minha família. Então, há muita coisa boa que veio disso. E seguindo em frente, eu estou realmente clara sobre o que eu quero para a minha vida.”

O primeiro de tudo para Lavigne é “Fly”, o novo single marcado para ser lançado em 16 de abril que está ligado ao Special Olympics World Games, de 2015, programado para acontecer em Los Angeles a partir de 25 de julho à 02 de agosto. Todos os rendimentos de venda da música serão dados para as Olimpíadas Especiais, e um videoclipe estrelado por Avril e os atletas das olimpíadas também será lançado.

Lavigne disse que escreveu “Fly” cerca de dois anos atrás, para a Fundação Avril Lavigne, sua própria fundação sem fins lucrativos fundada em 2010. A fundação anteriormente foi parceira da Easter Seals para promover programas de recreação para jovens com deficiência, e em 2014, a cantora fez sua primeira colaboração com a Special Olympics para ajudar a levantar fundos para enviar 30 atletas aos jogos de 2015.

“A música é realmente inspiradora e significa muito para mim - e com a Special Olympics, se encaixa naturalmente,” disse Lavigne sobre o lançamento. Quanto à música em si, que Lavigne esperar cantar na cerimônia desse verão, ela diz que “Fly” foi escrita com um “piano, orquestra e bumbo. Originalmente eu queria que ela fosse uma produção mais pop, e depois eu a desmantelei. Eu queria que fosse mais despojado, e deixar o vocal se a parte principal da música.”

Lavigne disse que sua recente batalha contra a doença deu um empurrãozinho para ela prosseguir com seus projetos que estavam fora da sua zona de conforto e para isso ela se sentia forte. Seu mais recente álbum, o quinto álbum auto-intitulado, foi lançado em 2013, mas seu acompanhamento adequado deverá esperar por sua primeira coleção de uma data comemorativa. “Eu sempre quis fazer um álbum Natalino, mas eu nunca tive tempo,” ela disse. “Mas agora é tipo ‘Você sabe o que é, apenas faça!’ porque é algo que eu realmente quero fazer, então vai ser a próxima coisa que vou fazer.”

Enquanto isso, Lavigne está pronta para fazer seu retorno às telonas após sua aparição no filme de Richard Linklater, Fast Food Nation, em 2006. “Eu realmente quero trabalhar em um filme,” ela disse. “Eu tenho algumas coisas se alinhando agora, mas é claro que eu não posso falar [qual filme]. Eu estou resolvendo algumas coisas.”

E para aqueles que estavam preocupados que o coração de Avril não está marcado para gravar um novo álbum, não tenha medo: a veterana do pop disse que no dia em que ela começou a se sentir melhor da doença, ela pegou seu violão e escreveu uma música em sua cama. “Isso tudo está acontecendo de forma orgânica – eu não estava pensando, ah, quando eu vou fazer um novo álbum? Simplesmente aconteceu,” ela disse. “Eu escrevi uma música, e eu quero lançar essa música esse ano também, porque é sobre minha batalha e a luta que eu tive para me reerguer.”

Todos esses planos, é claro, dependem da saúde de Lavigne: depois que a cantora deu a dica sobre estar sofrendo de uma doença desconhecida em dezembro, ela esperou até a semana passada para revelar que ela teve problemas para falar, se mover e respirar enquanto batalhava contra a doença Lyme por meses. Lavigne disse que ela está se sentindo “muito bem” ultimamente, e agora que a notícia está em todo lugar, ela planeja trazer conscientização sobe a doença nos próximos meses.

“Eu sinto que tenho a responsabilidade – eu não posso simplesmente por minha bunda na cadeira e não fazer nada,” disse Lavigne. “Eu preciso falar sobre a doença Lyme, porque é real, está lá fora, foi uma simples picada de inseto e isso pode acontecer com qualquer um. As pessoas precisam saber sobre isso, porque não tem-se falado muito sobre isso e muito do que é informado é impreciso.”

Por mais difícil que tenham sido os últimos meses para a cantora, Lavigne disse que ter desacelerado sua carreira após lançar cinco álbuns em 11 anos e achar tempo para perseguir suas paixões resultou em um ganho líquido para ela. “Eu estou fazendo coisas na minha velocidade e eu nunca estive tão sobrecarregada, como estive no passado,” ela disse. “Eu realmente quero aproveitar tudo, porque a vida é boa. E embora essa circunstância seja lamentável, acho que há muitos pontos positivos nisso. Eu definitivamente escolhi ver isso dessa maneira."

Nenhum comentário:

Postar um comentário