Home     Notícias     Avril Lavigne     Galeria     WTH Magazine     Avril Lavigne Tour     Contato    

26 de abril de 2014

Avril é considerada uma "heroína cultural" pelas autoridades japonesas.



O vídeo do single de Hello Kitty, de Avril Lavigne foi acusado de racismo pela mídia, entretanto o Japão, país que a cantora dedicou o clipe, não concorda. Uma matéria do site TMZ confirma isso. O site entrou em contato com a embaixada japonesa nos Estados Unidos e conversaram sobre o polêmico vídeo. A embaixada afirmou que não há racismo no clipe e agradeceu a cantora. Confira abaixo a tradução feita por nossa equipe.

Caiam fora, haters… Hello Kitty, o controverso videoclipe de Avril Lavige não é racista e ela, realmente, está sendo saudada como uma heroína cultural – pelo menos de acordo com as autoridades japonesas – segundo o TMZ apurou.
O vídeo foi rapidamente postado no YouTube, antes de ser deletado. Isso não ocorreu por causa do conteúdo e sim porque foi lançado antes do previsto. Mesmo assim, acabou gerando indignação nas redes sociais.
Os representantes das embaixada japonsesa em Washington, capital dos EUA, estão muito tranquilos sobre este assunto, e acreditaram que Avril “só tinha boas intenções ao fazer o vídeo”.
O porta-voz acrescentou… “Eu ficaria feliz se todas as discussões em torno da música e do vídeo, fizessem mais pessoas descobrir a bela e rica cultura do Japão.
Em outras palavars… Avril ichiban (Avril é a melhor).
Além do TMZ, o site japonês Cyzon Woman também defendeu o vídeo:
“É um prazer saber que ela ama o Japão e fala sobre a cultura japonesa em sua música”.
Confira as matérias em inglês e japonês, aqui e aqui respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário