Home     Notícias     Avril Lavigne     Galeria     WTH Magazine     Avril Lavigne Tour     Contato    

10 de novembro de 2013

SCANS|MATÈRIA TRADUZIDA: Avril Lavigne na 360 Magazine.

Avril Lavigne é capa da edição de novembro da revista 360, onde concedeu uma ótima entrevista. A cantora fala sobre seu novo álbum e o descreve diversificado, diferente de tudo que ela já fez. Ela explica o porque dela usar o verso de "Girlfriend" em "Rock N Roll" ("I am the motherf*cking princess"), e muito mais!

Confira a baixo a entrevista traduzida e as scans:

Spoiler
Avril Lavigne está de volta no topo da sua coragem com seu quinto álbum de estúdio: Avril Lavigne. " Meu novo álbum mostra todos os diferentes estilos de música que eu tenho tocado e gravado no passado e recentemente," diz Lavigne. "O álbum é muito variado; é muito diversificado. Há uma canção de rock, há uma música de pop. Há uma balada, tem uma muito crua, estilo hippie. E, uma música é eletrônica."

A música eletrônica é "Hello Kitty," na qual ela canta parcialmente em japonês. "Digo, 'minna saiko (vocês arrasam)', 'arigato (obrigado)', 'kawaii (fofo)', em japonês. E isso me faz pensar sobre todas as vezes em que estive no Japão e em todos os fãs. A música "Hello Kitty" vem realmente do meu amor pela marca e pela personagem da Hello Kitty", Lavigne explica sobre a música.

Curiosamente, a letra familiar em "Girlfriend" do The Best Damn Thing de 2007- "I am the mother f**cking princess,"- aparece de novo em "Rock N Roll" no novo álbum autointitulado. " Eu fiz isso de propósito. É uma expressão que aconteceu naturalmente. Eu sendo boba dizendo. 'I am the motherf**king princess!" Porque eu digo "I am the motherf**king princess. Você ainda ama isso." Tipo- You still love "it," significando que eu estou fazendo música de novo," Lavigne explica. Sussurrando com entusiasmo.

"Eu trabalhei com pessoas totalmente novas no meu novo disco, e eu tive um bom relacionamento com eles, então eu provavelmente irei trabalhar com eles novamente no meu próximo álbum", acrescenta Lavigne. Um dos "eles" é, naturalmente, o líder do Nickelback, Chad Kroeger com quem Lavigne se casou neste ano, no dia do Canadá, 01 de Julho.
"Foi muito natural, quando começamos a namorar, sabíamos imediatamente que a gente queria casar e assim fizemos. Tipo, nos conhecemos há muito, muito, muito, muito tempo atrás, quando eu era muito jovem, mas eu nem sequer me lembro bem, acho que nos encontramos no MMVA no Canadá em 2003 ou 2004," esclarece Lavigne. "Mas nos conhecemos 'de verdade' quando ele veio trabalhar comigo em Los Angeles no estúdio. Ele veio escrever uma música comigo e depois disso, fizemos todas as gravações um com o outro, muitas."

Avril Lavigne não quer falar sobre Deryck Whibley, Sum 41 ou qualquer coisa relacionada, mas ela afirma que poderia se ver casada novamente, após o fim de seu casamento de 3 anos, com Whibley, que acabou em 2009.

De volta á 2002, a obstinada de 17 anos, Avril Lavigne foi além de espetacular, com sua estréia Let Go, tendo vendido cerca de 17 milhões de cópias mundialmente. Mas, ela se encontrou completamente embrulhada com uma quantidade absurda de trabalho. "Eu estava tão focada em estar viajando e para onde eu tinha que ir, o que eu tinha que fazer e trabalhando, trabalhando, trabalho, trabalho, trabalho. Eu era muito nova para perceber o que eu estava conseguindo naquele momento." Confessa Lavigne.

Avril afirmou numa entrevista de 2003 que ela não gostava de ser chamada de fake ou punk. Ela achava que as pessoas não entendiam como era estar na sua pele, e ela achava que a indústria da música estava confusa (provavelmente foi uma entrevista muito ruim," ela reconhece com uma risada), " Eu acho que há um rótulo, as pessoas me rotulam como uma Princesa do punk-rock ou uma princesa do pop, e eu acho isso muito lisonjeiro e eu gosto. Quando eu era muito nova, eu realmente não sabia o que isso significava. Agora eu acho isso legal," diz Lavigne.

"Sempre fui eu mesma e hoje, estou sempre sendo eu mesma. Esse é o maior desafio para ser você mesmo fazendo o que faz na música. E algumas vezes, há uma tendência, mas só tem que ser você mesmo. Eu sou apenas um ser humano normal, e eu sou uma compositora. E, amo rock n roll, amo música. E eu adoro me divertir," Lavigne confidencia, profundamente pensando na jornada feroz que é os longos 11 anos de carreira.

Futuros empreendimentos de Lavigne que incluem novas peças de roupas da sua linha Abbey Dawn, e a TALF que apoia crianças que vivem com sérias deficiências.

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário