Home     Notícias     Avril Lavigne     Galeria     WTH Magazine     Avril Lavigne Tour     Contato    

6 de maio de 2013

Avril Lavigne concede entrevista ao 4music (Parte 1).

Avril Lavigne concedeu uma entrevista ao 4music. Ontem (05) foi divulgada a primeira parte.
Na entrevista, Avril fala sobre seu novo videoclipe, novo álbum, diversão, HTNGU e muito mais.

A segunda parte da entrevista sairá na próxima sexta!

Confira a entrevista traduzida:
Primeira parte da nossa entrevista exclusiva com Avril Lavigne

A Canadense rainha do pop-punk está de volta! Ela não está apenas lançando um novo single e seu quinto álbum de estúdio, como também está planejando casar com seu novo amor Chad Kroeger (do Nickelback). Eles se apaixonaram enquanto estavam trabalhando no novo álbum dela e co-escreveram o novo single dela ''Here's To Never Growing Up'', um hino de verão.

Nessa primeira parte da entrevista exclusiva, Avril fala sobre seu videoclipe que está chegando, sobre ter perdido o seu baile de formatura quando ainda estava no colégio, sua filosofia de viver o momento e seu amor por coisas mais á moda antiga.

Vamos falar sobre o single, Here's To Never Growing Up. Nós vimos fotos do vídeo -pequenos teasers- mas você pode nos contar sobre o conceito do vídeo? O que está acontecendo nele?

Avril: É um baile, e basicamente eu tenho minha performance com minha banda e nós estamos usando trajes de baile. Então é como se nós esstivéssemos no colegial, ou poderia ser uma faculdade... Quando eu estava escrevendo essa música, eu estava pensando sobre ser jovem - Eu ainda estou nos meus 20, mas você sabe como no colégio - e com meus 20 anos e fazendo música e tudo mais, eu amo o meu conceito de ''baile de formatura simples'' do vídeo.

Crescer no meio musical, você se sente como se tivesse perdido um pouco da sua juventude e que deixou de aproveitar a vida?

Avril: Não, embora eu realmente não tenha ido á um baile de formatura, esse foi meu primeiro baile! Não, eu não sinto que eu tenha perdido algo, porque eu tive uma infância muito normal. Eu cresci em uma pequena cidade e só sai de lá quanto tinha 16 anos.

Na música você canta sobre ter uma grande noite com os amigos, festejando e curtindo a vida. Quando foi a última vez que você teve uma noite como essa - que você curtiu pela cidade e dançou em cima das mesas?

Avril: Minha experiência no estúdio durante o ano passado foi meio assim. Nós ficamos sentados escrevendo canções. Ás vezes, nós ficávamos até as 4 da manhã apenas vivendo o momento. Para mim, foi como estar no estúdio, se divertindo, escrevendo música, pedindo comida (risos), ter algumas bebidas, mas... essa sou eu, isso é o que eu acho.

Você sente que está crescendo? Tipo, 'Cara, eu venho fazendo isso há muito tempo!'?

Avril: Sim, eu sinto. Mas ao mesmo tempo, eu ainda me sinto a mesma pessoa. Eu amo me divertir e eu sou jovem, então, é assim que eu e meus amigos somos. Nós amamos aproveitar a vida e viver o momento. Quando nós estamos tendo um momento especial - seja lá o que for, seja uma festa ou se estamos em cima do palco - o que importa é fazer o melhor que pudermos e nos perdemos um pouco, estarmos despreocupados e vivendo aquilo.

Você não acha que é difícil se perder um pouco quando o mundo inteiro está olhando?

Avril: (Risos) Não, eu fiz uma tatuagem no meu braço que diz 'viva o momento presente' em Francês (Vivre le moment présent). Todas as coisas pelas quais eu passo são em um ritmo muito rápido, e ás, vezes eu faço coisas e depois, quando olho pra trás eu fico tipo ''woow, isso passou muito rápido!'. Então eu sempre tento pensar tipo 'Ok, eu estou comendo uma refeição muito boa, então eu vou aproveitar enquanto eu estou comendo isso.' Ou eu estou em uma cidade muito legal hoje, então eu estou tentando fazer coisas para me divertir.

Fazer um scrapbook e usar câmera Polaroid te ajudam a viver o momento e fotografar essa vida incrível que você está tendo?

Avril: estar no estúdio é muito divertido, eu decidi comprar uma câmera... a camera Polaroid é ótima porque você tira a foto e pode vê-la imediatamente. E quando eu estou sem fazer nada - enquanto alguém está tocando bateria ou alguma outra coisa, um instrumento que eu não estou tocando - eu fico trabalhando no meu scrapbook. E agora, quando eu olho para ele, eu me sinto muito feliz por ter feito isso, porque eu começo a me lembrar de todo o processo de gravação desse álbum e de todas as pessoas com quem eu trabalhei.

A impressão é que isso é algo somente seu diferente das fotos no Instagram, que são para todos?

Avril: Sim, eu acho que sim (risos). É mais á moda antiga. Eu me lembro de ser uma criança e tirar fotos e ter que ir buscar minhas fotos reveladas. Eu esperava uma semana inteira para vê-las. É emocionante ter a foto física. Eu gosto de ficar montando o álbum de fotos.

Muitas coisas mudaram desde que você começou... O que é mais diferente para você agora?

Avril: Bom, tudo agora é diferente. Só se fala em iTunes e download, singles contra álbuns. E há tantos artistas por aí. A rádio está numa fase totalmente diferente agora. E você sabe tanto quanto eu como tudo realmente mudou. Eu estou feliz por ainda poder fazer um álbum completo. Eu continuo fazendo isso e amo o fato de que eu posso lançar um CD com, 12,13 músicas e ainda posso ter um encarte para o álbum e todas essas coisas juntas. Não está completamente desaparecido.

Então, você ama fazer o seu próprio álbum de fotos e coisas mais á moda antiga. Você acha que nós nunca veremos Avril se mudando para a música country e ouvindo ópera e cuidando de ovelhas?

Avril: Eu não sei de onde veio isso (risos), mas eu gosto de Jazz! Gosto de Frank Sintara, gosto de pintar, cozinhar e adoro escrever músicas!

A segunda parte da nossa conversa com Avril sairá na próxima sexta, quando ela vai falar das colaborações com Marilyn Manson e com seu noivo, Chad Kroeger, e mais outras grandes surpresas!

 FONTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário